desenvolvimento-colaboradores

Se engana quem pensa que o papel do RH é apenas a contratação e controle da folha de pagamentos. Hoje, a atuação do RH vai muito além. Ele é o principal responsável pelo crescimento e desenvolvimento de colaboradores dentro da empresa.

Mas o que realmente quer dizer desenvolvimento de colaboradores?

Para o colaborador, é a oportunidade de aprender uma nova habilidade, ter um crescimento profissional ou pessoal. Além de ser um grande fator motivacional, afinal, a empresa oferece oportunidades e mostra que se importa com o colaborador. Se um dos focos do treinamento de colaboradores for diminuir as taxas de turnover, o quesito motivação é essencial, como falamos anteriormente neste post.

Já para a empresa, é a oportunidade de desenvolvimento da empresa.

Isso mesmo. Simplificando, quanto mais os colaboradores se desenvolvem, mais a própria empresa cresce, afinal, uma empresa é formada pelos seus colaboradores. Quando há necessidade de fazer um processo seletivo para cargos de liderança, os gestores atuais tendem a preferir seleções internas ao invés de buscar novas pessoas. Adequar o colaborador à sua nova função é mais fácil e traz menos gastos do que iniciar um processo seletivo.

Além do caso de um treinamento para ocupar uma nova função, existe a possibilidade de desenvolver um profissional em sua própria função. Assim, ele estará apto a praticar técnicas novas e eficientes, aumentando seu desempenho e se conectando ainda mais com os valores da empresa.

desenvolvimento de colaboradores

Tornar o aprendizado parte do cotidiano da empresa é cada vez mais importante. É difícil negar que a mudança se tornou o cotidiano de todos os setores da economia. Assim, as organizações devem se esforçar para manter seus colaboradores antenados nas últimas tendências e técnicas para as funções que desempenham. Caso contrário, o mercado cada vez mais competitivo acaba por engolir negócios ineficientes.

Por fim, desenvolvimento de colaboradores é investir em relações de longo prazo. Muitas empresas têm medo de investir muito em capital intelectual e perder este investimento quando o colaborador sai da empresa. Mas o fato é: investir em quem trabalha junto com você os torna profissionais melhores e mais engajados. E o desenvolvimento e apreciação são essenciais para forjar relações duradouras.